lua cheia

Quando, à noite, esteve
difícil
enxergar as estrelas
do céu,
mirei constante e elas
luziram.
Estavam lá e eu as acendi.

E começou, finalmente, a noite
com sua beleza negra,
revestida de umidade quase
drástica.

Na verdade, nossas luzes urbanas
apagam as estrelas,
menos a lua cheia.

Nossa vontade apaga
a vida na terra,
menos a própria Vida!

Anúncios

Sobre hilam

Ainda em processo de construção humana, mesmo com mais de 40 anos de idade...

Publicado em 27/04/2010, em Poesia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: