êxodo

tenho que sair de onde estou, pois não
me conformo com a pequenez, como o-
cupar espaços ocupados, batendo nas pes-
soas. precisamos ter caminhos livres para

podermos executar os movimentos corretos,
sem esbarrar em ninguém para preparar
o alimento do corpo e da alma; certeiros
sem er que dividir a fumaça ou o suor.

há muitos que estão na pior, sem ter
onde ir ou o que falar, se sentindo
exilado por star incluído, soprando
palavras ao vento, ouvindo vozes dentro

da cabeça; me incluo em quase tudo disso.
onde encontrar vontade para me arrastar
pelas ruas dessa cidade a procurar um
lugar melhor que o que tenho agora?

suco de laranja, vodka e mel. é quase o
maná, só que pega mais depressa. vou an-
dar por qualquer deserto, em busca da
terra prometida. e quando achá-la?

02.08.2007

Anúncios

Sobre hilam

Ainda em processo de construção humana, mesmo com mais de 40 anos de idade...

Publicado em 11/05/2008, em Poesia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: