Para a amada III

lazer-final-de-semana-103.jpg


Não sei como dizer, quando, inteiramente

entregue ao teu prazer, sinto-me absorvido,

rainha dos meus olhos, princesa dos meus braços,

senhora do meu pensamento, de perto e de longe.

 

 

Minha pele carece do contato com tua pele,

do seio aos dedos, do ventre ao sexo; quero

te dizer sempre todas essas coisas, e outras,

mas emudeço diante de ti, minha mulher, e

 

 

somente longe tenho condição de confessar

tudo o que sinto e não consigo expressar.

Quem sabe esse exercício servirá para

me abrir completamente contigo e te

 

 

presentear com um discurso que faça justiça

à tua divindade, à tua leveza, e ao amor que

não adormece no meu peito, me sacode mais,

me joga como um raio para junto de ti.

 

 

Patos/PB, 28/02/2008

Anúncios

Sobre hilam

Ainda em processo de construção humana, mesmo com mais de 40 anos de idade...

Publicado em 29/03/2008, em Poesia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: