Série gnosiológica II

sabor

II

Sab(o)r

ou como o desejo atormenta a fantasia

Você falando de outra coisa e eu

construindo um diálogo imaginário

com as tuas palavras. Não sabe(o)rei(e):

Vitória não chega antes da hora.

Quem não pode imaginar um futuro

para si o lê em mapas, cartas

de baralho, ostras ou ramos de

flores silvestres; retorna physis.

“Quem quer ver as coisas como

realmente são?” Um sonho bom,

não jogado fora, vale bem mais

que uma temporada psicanalítica

e uma bebedeira. Quem não pode

sonhar, procure um oftalmologista.

Anúncios

Sobre hilam

Ainda em processo de construção humana, mesmo com mais de 40 anos de idade...

Publicado em 03/10/2006, em Poesia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: