Mal vi mento

movimento

I
Mais morte num momento
sabe a dor
sabe a poema incompleto
nunca morte num momento
sempre depois    nunca
sempre agora

Suicídio lento é morte sempre agora
e sempre depois
nunca talvez     certeza completa

A vida é nossa única salvação!
o barco   o rio
o mar      o jorro
sabe a vento?
tem movimento é real
Tudo está se movendo e quer isto.
Sobe  Jorra  Flui  Cai  Derrama  Desce,
e quer isto!  É real…

II
Sabe a guerra? Queimamos túnicas encardidas,
feixes quixotescos de corpos não usam roupas;
sabe que hoje em dia não morrem
a tiros as vítimas das similitudes?

Ousem humanos!
Que fala alguém que perdeu o coração?
E mesmo sem coração, vivemos?
E não são nossos pensamentos
óleos e azeites
ardendo a realidade
Preparem humanos!
O último homem exultará?
Sabe a História. (depende)
Precisa perder o medo!
Saber é pertencer à essência
ao primordial sem mortificar
nenhum preconceito inviável
Perder o medo da vida!
Deus-Dragão cinzento e cheio de tentáculos.

Anúncios

Sobre hilam

Ainda em processo de construção humana, mesmo com mais de 40 anos de idade...

Publicado em 23/08/2006, em Poesia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: